Se você está com os cabelos fracos, quebradiços, ressecados e danificados, existe um produto natural que é capaz de resolver o seu problema.

O óleo de rícino é extraído das sementes da mamona e conta com vários benefícios. A planta, possui um óleo rico em ácido ricinoleico que possui ação anti-inflamatória e antioxidante.

O uso do óleo de rícino no cabelo ajuda a fortalecer o couro cabeludo. Pois, contém vitamina E, minerais e vitaminas que ajudam no crescimento saudável dos fios, e também oferece várias vantagens para a saúde humana.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO ÓLEO DE RÍCINO NO CABELO?

O óleo de rícino possui uma série de benefícios como:

  • Estimula o crescimento dos fios;
  • Combate a queda dos cabelos;
  • Ativa a circulação no couro cabeludo;
  • Trata pele seca e coceira no couro cabeludo;
  • Auxilia no tratamento de calvície;
  • Reduz caspas;
  • Hidrata os fios profundamente;
  • Abre as cutículas da fibra capilar dando maior brilho;

OUTRAS INDICAÇÕES DO ÓLEO DE RÍCINO

O óleo de rícino é eficaz para a prisão de ventre intestinal. Possui ação antibacteriana e antifúngica. Também funciona para o tratamento de distúrbios menstruais.

Ele também combate a acne, enxaqueca, queimaduras de sol e inflamações. Possui efeito emoliente, ou seja, ele penetra na pele hidratando-a e com isso estimula a produção de colágeno e elastina.

Sendo assim, acaba prevenindo as rugas e linhas de expressão.

COMO USAR O ÓLEO DE RÍCINO NO CABELOÓleo de Rícino no Cabelo

Segue o passo a passo de como usar o óleo de rícino:

  1. Umedeça o cabelo sem molhar por completo, principalmente o couro cabeludo.
  2. Coloque uma toalha nos ombros, para que a sua roupa não fique cheia de óleo.
  3. Insira os dedos no óleo e massageie o seu couro cabeludo por cerca de 5 minutos. OBS: Não precisa exagerar na quantidade de óleo, uma pequena quantidade já é o suficiente.
  4. Utilize o óleo no resto do cabelo, massageando com as mãos.
  5. Cubra o cabelo com uma touca, juntando o cabelo próximo da cabeça sem apertar. Caso seja necessário use o prendedor.
  6. Enrole uma toalha quente em volta da cabeça coberta com a touca. Isso se faz necessário para que o calor torne o óleo mais poderoso.
  7. Aguarde de 30 minutos a 3 horas antes de retirar o óleo. OBS: Ao enxaguar o cabelo, pode ser que demore um pouco para sair todo o óleo.
  8. Faça esse procedimento pelo menos 1 vez por semana.

OBS: É importante se atentar para os resultados que não são imediatos. Em média demoram cerca de 4 semanas para que os resultados comecem a aparecer.

CONTRAINDICAÇÕES

Antes de usar o produto, é recomendado que você procure o seu médico. É contraindicado o uso do óleo de rícino em pacientes que sofrem de úlceras, colite, hemorroidas, diverticulite e prolapso.

Pois, é comum que ocorra reações adversas como irritação intestinal.

Também em alguns indivíduos que possuem sensibilidade na pele, o uso do óleo de rícino não é recomendado. É necessária máxima atenção aos olhos, pois o produto pode causar irritação ocular.

EFEITOS COLATERAIS DO ÓLEO DE RÍCINO

Apesar dos inúmeros benefícios, alguns pacientes podem sofrer reações ao utilizar o produto. Confira abaixo os principais efeitos colaterais causados pelo óleo de rícino:

NÁUSEAS

Pacientes que realizam a ingestão do óleo, pode sofrer náuseas e até vômitos. O intestino delgado quebra o óleo de rícino em ácido ricinoleico que é o que oferece propriedades curativas do óleo. Porém, ele é muito ácido, o que acaba agindo como um irritante e causa reações adversas gastrointestinais.

DIARREIA

A diarreia é outro distúrbio ocasionado pela ingestão do óleo, apesar de também ser usado para mudar o quadro da prisão de ventre. O paciente pode sofrer efeitos colaterais provocando a diarreia.

ERUPÇÕES CUTÂNEAS

As manifestações alérgicas podem ocorrer na aplicação do óleo na pele. Elas podem causar vermelhidão na pele, entre outras manchas. Assim que o paciente notar as manchas, deverá interromper o uso e procurar o seu médico.

COCEIRA

Quando usado em grandes quantidades, o óleo de rícino pode causar coceira. A sensação de coceira após a aplicação também é normal. Porém, quando ela se manifestar em grande quantidade, pode ser considerado um efeito colateral que implica que você pode ser alérgico ao óleo de rícino.

CÃIBRAS MUSCULARES

Ao usar o óleo de rícino para massagear o corpo é possível que ocorra cãibras musculares. Elas podem se manifestar de forma moderada a intensa.

INCHAÇO

O inchaço ocorre na região dos lábios, face, língua ou garganta. Nesses casos, o paciente deve procurar uma emergência médica imediatamente.

Outros tipos de efeitos colaterais: O paciente pode sentir tonturas, onde os seus batimentos cardíacos também podem ter uma frequência de batimentos anormal. Fraqueza e falta de ar também é comum em alguns pacientes. Alguns indivíduos podem sofrer perda de nutrientes como potássio, por exemplo, além de causar perda de fluido.

PREÇO DO ÓLEO DE RÍCINO

A média de preço do produto é de R$ 40,00 a R$ 60,00 em frasco de 500 ml. Em embalagens de 100 ml o preço é a partir de R$10,00.

O preço vai depender da marca e do valor praticado pelos lojistas. Por isso, é importante fazer uma pesquisa em diversas lojas e sites antes de realizar a compra do óleo de rícino.

ONDE COMPRAR O ÓLEO DE RÍCINO

O óleo de rícino ou popularmente conhecido como óleo de mamona pode ser adquirido em lojas de produtos naturais, farmácias ou através da internet.

PERGUNTA DOS LEITORES

O ÓLEO DE RÍCINO FAZ CRESCER A SOBRANCELHA?

O óleo de rícino possui alto teor de minerais e vitaminas. Com isso, o óleo potencializa o crescimento dos fios. Portanto, se a sua sobrancelha está com fios estragados ou ralos, o óleo de rícino ajuda no crescimento e no fortalecimento da sobrancelha.

ÓLEO DE RÍCINO SERVE PARA ACNE?

Sim, esse é um dos seus vários benefícios. O óleo de rícino limpa o rosto, hidrata, abre os poros, previne e elimina a acne.

ÓLEO DE RÍCINO SERVE NO CABELO CACHEADO?

Sim, o óleo de rícino é um produto vegetal que age no ressecamento natural dos fios. Com isso, o cabelo cacheado cresce mais forte e com brilho.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!