Se você está passando por esse problema e está em busca de mais informações, este é o lugar certo.

Aqui, vamos tirar todas as dúvidas sobre o corrimento amarelado. Suas causas, tratamentos e as dúvidas mais frequentes das leitoras. Acompanhe!

O QUE VOCÊ PRECISA SABER AGORA: 

O corrimento amarelado sem odor pode ser considerado normal. Agora, se o problema vier acompanhado de um cheiro desagradável, provavelmente, trata-se de uma DST (Doença Sexualmente Transmissível).

O corrimento também pode ser acompanhado de dor ao urinar ou ao manter relações sexuais. Veja, neste importante artigo, todas as informações sobre o assunto!

CAUSAS MAIS COMUNS PARA O CORRIMENTO AMARELADO

Como mencionado, a presença de corrimento amarelado com odor desagradável costuma indicar a presença de uma DST. O problema, geralmente, é Tricomoníase – uma bactéria transmitida durante o contato sexual.

O corrimento amarelado com cheiro ruim também pode ser sintoma da clamídia ou gonorreia. As duas doenças são, igualmente, consideradas DST’s e necessitam de tratamento específico.

O homem também pode apresentar corrimento amarelado. O que costuma indicar a presença da tricomoníase ou clamídia.

No caso dessas doenças, o corrimento costuma vir acompanhado de inchaços nos testículos e dor no momento de urinar. Também são necessários tratamentos específicos para combater essas DST’s.

No entanto, se a mulher apresentar corrimento amarelado sem odor pode ser algo normal. Isso pode acontecer, especialmente, se ela estiver no período fértil.

O corrimento amarelado sem odor ocorre devido a ação de glândulas que ficam no colo do útero. Nessa fase, elas liberam um mudo de tonalidade transparente.

Porém, o corrimento, ao entrar em contato com o oxigênio, pode mudar sua coloração para um tom amarelado. Esse tipo de corrimento costuma ser comum cerca de 12 a 10 dias antes da chegada da menstruação.

CAUSAS MENOS COMUNSImagem de absorventes com pétalas amarelas em cima

Estresse, usar calcinhas de tecido sintético, usar banheiros públicos sem proteção, usar roupas muito apertadas e outras situações podem causar corrimentos.

Porém, não costuma ser uma corrimento amarelado. Geralmente se manifesta como um  corrimento branco e sem cheiro.

Portanto, atenção. Se tiver um corrimento amarelado com odor desagradável não deixe de procurar um médico ginecologista. O quanto antes se iniciar o tratamento adequado, melhor.

TIPOS E CORES DE CORRIMENTOS

O tipo e a cor do corrimento pode indicar o que problema a mulher apresenta. A seguir, você confere os tipos e cores de corrimentos:

  • Corrimento Transparente: quando é transparante e com consistência líquida, parecido com clara de ovo,ele costuma indicar o período fértil da mulher. As chances de engravidar se ela tiver relações sexuais sem proteção, nessa situação, são grandes.

Esse tipo de corrimento costuma aparecer entre 12 a 10 dias antes da menstruação. Sua duração é de 5 a 6 dias. Depois disso, ele cessa naturalmente.

  • Corrimento branco: se a mulher apresentar um corrimento branco com consistência espessa, semelhante a leite coalhado, pode ser sinal de candidíase. Geralmente, esse corrimento aparece acompanhado de outros sintomas, como sensação de queimação, vermelhidão e coceira na região vulvovaginal.

A candidíase é causada pelo fungo Candida albicans. O tratamento da doença é feito com medicações orais antifúngicas, como o Fluconazol. Também pode ser indicado a aplicação de pomadas vaginais.

Já se corrimento branco vier acompanhado de um odor parecido com o de peixe, é mais provável que se trate de Colpite. Essa doença é um tipo de vaginose ocasionada por fungos, protozoários ou bactérias. O tratamento se faz com o uso combinado de medicações orais e pomada intravaginal.

  • Corrimento Rosado: corrimento com coloração rosada costuma indicar o começo de gravidez. Isso acontece devido à fecundação do óvulo. Esse tipo de corrimento costuma ocorrer 3 dias após a relação sexual que resultou na gestação.

Junto com esse corrimento rosado a mulher pode sentir leves cólicas na parte baixa do abdômen. Esse tipo de corrimento é normal nessa situação e não necessita de tratamento. Tende a desaparecer espontaneamente.

OUTRO TIPO E COR DE CORRIMENTO

  • Corrimento amarelo ou amarelo-esverdeado: corrimentos com essas tonalidades costumam indicar a presença de DST’s. Geralmente esses tipos de corrimentos acompanham odores desagradáveis. Também podem haver dores ao urinar ou ao manter uma relação sexual, além da sensação de queimação.

O problema pode ser ocasionado pela Tricomoníase – uma infecção vaginal contraída pelo contato sexual. O tratamento, geralmente, é feito com o uso de antifúngicos ou antibióticos, como o Secnidazol, o Metronidazol e o Tioconazol, na forma de medicação via oral e pomada para o uso intravaginal. O tratamento costuma durar de 5 a 10 dias.

Já se o corrimento amarelado ou amarelo-esverdeado vier acompanhado de pus, pode significar que a mulher está com  Clamídia- outra DST. O tratamento dessa doença costuma ser feito com o antibiótico Azitromicina, tomado em dose única ou durante 7 dias consecutivos. O médico ginecologista também pode indicar o uso de pomadas intravaginais.

MAIS UM TIPO E COR DE CORRIMENTO

  • Corrimento Marrom ou com Sangue: o corrimento marrom ou com a presença de sangue, geralmente, representa um sintoma de Gonorreia – especialmente se vier acompanhado de ardência e dor ao urinar.

A Gonorreia é uma DST ocasionada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae. O tratamento, normalmente, é feito com o emprego de remédios antibióticos, como o Ciprofloxacino ou a Azitromicina, tomados em dose única ou distribuídos durante 7 a 10 dias consecutivos.

Esse tipo de corrimento ainda pode indicar problemas mais graves. Pode ser sintoma de câncer no endométrio, no colo do útero ou na vagina. Portanto, um médico ginecologista deve ser consultado com rapidez, caso a mulher apresente corrimentos marrons ou com sangue.

Vale ressaltar que ao final da menstruação a mulher pode apresentar a excreção de um borrão de cor marrom, juntamente com sangue. Nesse caso não há motivos para se preocupar, pois não se trata de corrimento, e sim do produto final da menstruação.

CORRIMENTO AMARELADO NA GRAVIDEZDesenho de absorvente com Corrimento amarelo

Se a mulher apresentar corrimento amarelado na gravidez, deve procurar com urgência um médico ginecologista.

Isso porque esse tipo de corrimento pode indicar a presença de tricomoníase – que apresenta o risco de causar parto pré-maturo ou o nascimento de recém-nascido abaixo do peso.

O tratamento deve ser feito o quanto antes.

O tratamento para esse problema costuma ser realizado com o uso de Tinidazol ou Metronidazol.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico das doenças causadas por corrimentos é feito sempre por um médico ginecologista. Geralmente, a doença é diagnosticada com a realização do papanicolau e, em alguns casos, com o exame de colposcopia.

No entanto, o papanicolau costuma ser suficiente para se obter o diagnóstico.

QUANDO BUSCAR AJUDA MÉDICA

A mulher deve buscar ajuda médica sempre que perceber que está tendo corrimentos anormais, com cores estranhas ou acompanhados por cheiros desagradáveis.

Quanto antes for feito o diagnóstico pelo médico, e realizado o tratamento adequado, melhor para a saúde íntima da mulher.

TRATAMENTO PARA CORRIMENTO AMARELADO

O tratamento para corrimento amarelado com diagnóstico para Gonorreia ou Clamídia é realizado com o emprego de remédios antibióticos, como a Azitromicina ou a Ceftriaxona. O uso de pomadas vaginais também pode ser indicado pelo médico ginecologista.

O parceiro sexual da mulher com uma dessas doenças também deve passar por tratamento – tanto para curar o problema como para evitar processos de reinfecção para a mulher.

O tratamento para corrimento amarelo-esverdeado, com a presença de odor desagradável, é realizado também com o uso de medicações antiparasitárias e antibióticas, como o Tinidazol, o Metronidazol ou o Secnidazol. As medicações podem ser tomadas em dose única ou durante 7 dias, juntamente com o uso de pomadas vaginais.

PERGUNTA DOS LEITORES

QUAL REMÉDIO TOMAR PARA CORRIMENTO AMARELADO?

Não se deve fazer automedicação. Se a mulher tiver corrimento amarelado com odor, deve procurar um médico ginecologista, que provavelmente indicará remédios antifúngicos ou antibióticos.

CORRIMENTO AMARELADO ANTES DA MENSTRUAÇÃO, O QUE PODE SER?

A presença de corrimento amarelado antes da menstruação pode ser sinal de que a mulher está em seu período fértil. Na verdade, a origem do corrimento tem coloração transparente, mas ao entrar em contato com o ar, pode adquirir uma tonalidade amarelada.

Porém, se esse corrimento persistir ou vier acompanhado de odor, é necessário procurar um médico ginecologista.

Enfim, essas são as nossas principais informações sobre o corrimento amarelado. Se tiver qualquer outra dúvida deixe aqui nos comentários!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!